les lois de l’hospitalité – criação

a partir de depoimentos de estrangeiros que vivem na frança Olivia Rosenthal escreve, em 2008, o texto les Lois de l’Hospitalité [as leis da hospitalidade] e neste mesmo ano Marie Vialle coloca em cena estas palavras de dor, de leveza, trabalhando…

Visuel11

a partir de depoimentos de estrangeiros que vivem na frança Olivia Rosenthal escreve, em 2008, o texto les Lois de l’Hospitalité [as leis da hospitalidade] e neste mesmo ano Marie Vialle coloca em cena estas palavras de dor, de leveza, trabalhando com cerca de 20 atores amadores, alguns deles que inclusive haviam participado na primeira fase do projeto, a dos depoimentos.

três anos depois o espetáculo les Lois de l’Hospitalité re-estréia com um novo corpo, para que a palavra estrangeira continue sendo um desafio em cena, Marie Vialle convida: Nadia Beugré, Ana Pi, Haï-Wen Hsu, Courtney Kaus, Natacha Kouznetsova, cinco dançarinas de nacionalidades distintas, que moram ou já moraram na frança, para potencializarem as histórias destas pessoas que vêm de outro lugar, para questionar quem é estrangeiro a quem, para colocarem a si mesmas em questão.

a fase de criação desta nova etapa aconteceu entre os dias 31/jan/11 e 16/fev/11 no Les Subsistances – Laboratório internacional de criação, Lyon – fr. o espetáculo de teatro/dança integrou o evento Parlers d’Ailleurs e esteve em cartaz entre os dias 17 e 20/fev no Hangar, sala principal do Les-subs.

Autor: Ana Pi

Artiste chorégraphique et de l’image, chercheuse en danses urbaines, danseuse contemporaine et pédagogue. Ana Pi est diplômée de l’École de Danse de l’Université Fédérale de Bahia – Brésil, où elle étudie la pédagogie et la création en danse contemporaine. En 2009-10, elle étudie la danse et l’image au Centre Chorégraphique National de Montpellier – France, au sein de la formation EX.E.R.CE sous la direction de Mathilde Monnier. La circulation, le décalage, l’appartenance, la superposition, la mémoire, les couleurs, les actions ordinaires et le geste sont des matières vitales à sa pratique créative et pédagogique. Son travail s’inscrit principalement dans le cadre de collaborations avec d’autres artistes sur des projets de multiples natures et durées. Actuellement, elle est conférencière et performeuse sur le sujet des danses urbaines, sa démarche a été présentée aussi bien au Brésil, qu’en Europe et, plus récemment, en Afrique. Brasil / 1986 ⇔ France / 2016 Artista coreográfica e da imagem, pesquisadora das danças urbanas, dançarina contemporânea e pedagoga. Ana Pi é graduada pela Escola de Dança da Universidade Federal da Bahia – Brasil, em 2009/10 ela estuda a dança e a imagem no Centre Chorégraphique National de Montpellier – França, formação EX.E.R.CE, sob a direção de Mathilde Monnier. Trânsito, deslocamento, pertencimento, sobreposição, memória, cores, ações ordinárias e gesto são matérias vitais à sua prática criativa e pedagógica. Seu trabalho se apresenta principalmente no âmbito de colaborações com outras/os artistas em projetos de naturezas e durações diversas. Atualmente, ela palestra e performa sobre danças urbanas, suas apresentações foram realizadas tanto no Brasil, quanto na Europa e, mais recentemente, em África.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s