20150816120451(1) 20150816120451(2) 20150816120451(3) 20150816120451(4)

À convite de Mãe Juçara (Muritiba), neste domingo, dia 16 de agosto, Ana Pi e Fanny Vignals tem a honra de participar, com um trecho de “NTÉFI”, do lançamento do programa Vozes do Axé dentro da programação da Festa da Boa Morte em Cachoeira, Bahia.

Sejam bem-vind@s!

NTÉFI

Duo de dança para duas percussões
De Ana Pi e Fanny Vignals

(work-in-progress – estréia prevista para 2016)

16/08/2015 – a partir das 09h
Na Praça 25 de Junho / Cachoeira – Bahia

—————————————————————————————

NTÉFI

duo de dança para duas percussões
de Ana Pi e Fanny Vignals

Os tambores de aro são o centro do jogo nesta criação coreográfica.

Conectadas à idéia de portabilidade e de deslocamento, duas mulheres dão corpo às heroínas, deusas, curandeiras, ciganas errantes e crianças que acompanharam este instrumento, uma das formas mais arcaicas de percussão, na travessia de territórios e épocas. As múltiplas sonoridades cadenciam migrações, criam a festa, trazem cura e ritmam seus deslocamentos íntimos, convocam suas memórias e transformam seus gestos.

Numa linha fina entre o sagrado e o ordinário, este encontro de Ana Pi e Fanny Vignals procura criar uma coreografia de permanência e de expansão.

—————————————————————————————-

NTÉFI

duo dansé pour deux percussions
d’ Ana Pi et Fanny Vignals

(work-in-progress, première prévue pour 2016)

Cette création place le tambour sur cadre, une des formes les plus archaïques de percussion, au centre du jeu chorégraphique. Reliées à l’idée de portabilité et de déplacement associée à ces tambours, deux femmes donnent corps aux héroïnes, déesses, sage-femmes, gitanes errantes et enfants qui l’ont accompagné à travers époques et territoires. Ses multiples sonorités qui cadencent les migrations, créent la fête ou apportent la guérison, rythment leurs déplacements intimes, convoquent leurs mémoires et transforment leurs gestes pour une nouvelle traversée. Jouant sur la ligne fine entre sacré et ordinaire, la rencontre d’Ana Pi et Fanny Vignals donne naissance à une chorégraphie de la permanence et de l’expansion.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s